FÉLIX CHAVES
TUDO VALE A PENA, SE A ALMA NÃO É PEQUENA
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

FUNERAL.

  Nessa triste hora,
  Quem virar me visitar?
  Dos amigos , que são poucos,
  Muito pouco vão estar.  
  Alguns até podem dizer:
  Foi bom sujeito, não fez por merecer.
  Os parentes cada um,
  Demonstrando mais pesar,
  Parece ate um concurso, de lagrimas a derramar.
  Cada um com uma historia, em uma intimidade,
  Que antes não havia, uns a dizer aos outros:
  Você lembra aquele dia?
  A Viúva ,  no canto a chorar,
  Os Filhos, já criados, tratando de consolar.
  Alguém, bem vestido, lá da porta a olhar,
  Veja só, um credor, com um contrato a saldar.
  Bem no fundo, no escuro, uma mulher a soluçar,
  De estatura mediana,
  Não tenho duvidas : Eliana...
  Quantos segredos a guardar.
  E assim passa o dia,
  idas, vindas...
  Alguém disse:
  Tá na hora de sepultar.
  Esperei que alguém em lagrimas,
  Sobre meu corpo se atirar.
  Que nada , isso é coisa de novela,
  Fecha a tampa, vamos levar.
  Cemitério todo pronto, cova caiada,
  Uma beleza, féretro baixando...
  Escuridão chegando...
  Melhor ir se acostumando..      

      
Felix Chaves
Enviado por Felix Chaves em 22/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras