FÉLIX CHAVES
TUDO VALE A PENA, SE A ALMA NÃO É PEQUENA
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

A LÍNGUA E A RAZÃO.
  Em Pentecostes, quando Jesus derramou a bênção do Espírito Santo sobre os Apóstolos, a primeira providência a ser tomada foi sobre o domínio da língua.
   Esse pedacinho de músculo,  tão iníquo, têm uma capacidade devastadora sobre nossas ações.
    Coitada que culpa tem ela de ser uma simples representante da exteriorização da maldade ou bondade do homem?
     Analisando anatomicamente sua estrutura notamos que ela é dotada de um pequeno freio ou frêmulo, localizado sob sua base. Isso, na minha opinião é uma mensagem divina dizendo que : devemos ter controle do que dizemos aos outros. Devemos primar pelo bom relacionamento do convívio em sociedade.
    A força descomunal que ela possui provém do controle emocional de cada um que pode evoluir para um processo pacificador ou agressivamente destrutivo.
   Simbolicamente a língua está no eixo axial do ser vivo. Isso faz dela o fiel da balança de seus atos.
    O controle de sua manifestação não se torna tarefa fácil já que envolve nosso coração, mente e músculos.
     O seu domínio é um aprendizado com marcas, dores, até revoltas. Mas quando se alcança esse ápice,  o Homem pode se considerar iluminado.
Felix Chaves
Enviado por Felix Chaves em 04/10/2017
Alterado em 27/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras